Início » Blog Layout 1 » Casal de aposentados escapa ileso de naufrágio de veleiro na costa de Porto Seguro
Sem categoria

Casal de aposentados escapa ileso de naufrágio de veleiro na costa de Porto Seguro

Drama no mar: casal conta como sobreviveu ao naufrágio do barco onde morava..

Na madrugada da última quinta-feira, o casal paulista de aposentados Wladimir e RosanePopoff, ele com 65 anos de idade, ela com 62, viveu o segundo grande susto da vida. 

O primeiro foi 37 anos atrás, quando o então jovem e recém-casado engenheiro WladimirPopoff trabalhava em uma plataforma de petróleo em alto-mar que pegou fogo, e eleescapou da morte por bem pouco.

E foi justamente com o barco que veio o segundo grande susto do casal, na semanapassada. 

Naufrágio em alto-mar 

Quando navegavam entre as cidades de Caravelas e Ilhéus, na costa sul da Bahia, umarede de pesca não sinalizada enganchou e danificou o casco do barco-casa do casal, oveleiro Darwin, de 12 metros de comprimento.

E eles acabaram naufragando, horas depois, a cerca de 12 quilômetros do litoral de PortoSeguro. 

Wladimir e Rosane foram resgatados porpescadores e nada sofreram, além do susto e deum grande prejuízo, porque o veleiro era, também,a casa onde moravam – e o seguro pagaráapenas metade do que valia o barco.

Além disso, agora, eles correm o risco de ter um prejuízo ainda maior, porque, pelasregras da Marinha do Brasil, os donos de embarcações naufragadas são responsáveis.

“Estamos esperando a chegada de um perito, que irá avaliar se precisamos tirar ou não onosso barco do fundo do mar. Tomara que não, porque será ainda mais traumático paranós e nem temos dinheiro para pagar pelo serviço”, diz o casal, que, a seguir, conta comotudo aconteceu. 

O relato dos náufragos 

“Na quarta-feira passada, partimos de Caravelas, rumo a Ilhéus, tão logo o diaamanheceu

Nosso objetivo final da viagem era Recife. 

Mas, quase sempre, tínhamos hóspedes em cada trecho da travessia, porque, desde quedecidimos trocar a vida na cidade por um barco, sete anos atrás, o nosso trabalho passoua ser passar experiências da vida a bordo para quem gostaria de fazer o mesmo. 

Desta vez, no entanto, seríamos só nós dois no barco.Última imagem do barcoNa véspera da partida, o dia terminou com um lindo pôr do sol e decidimos fotografarnosso veleiro naquela paisagem.Mal sabíamos que seria a última foto que faríamos dele – esta aqui abaixo.Mais tarde, daríamos graças a Deus por não termais ninguém a bordo. 

 blogosfera

About the author

Redação

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário