Início » Blog Layout 1 » Veracel removeu mais de 1,6 milhão de toneladas de gases de efeito estufa da atmosfera com seus plantios de eucalipto e restauração florestal
Sem categoria

Veracel removeu mais de 1,6 milhão de toneladas de gases de efeito estufa da atmosfera com seus plantios de eucalipto e restauração florestal

A Veracel Celulose passa a publicar anualmente seu Inventário de Emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE), com importantes insumos sobre a importância do setor de florestas plantadas para a remoção dos gases do efeito estufa (GEE) na atmosfera e, em consequência, para o combate às mudanças climáticas. Essa questão, vital para o futuro do planeta, será lembrada amanhã, no Dia Nacional da Conscientização sobre as Mudanças Climáticas, celebrado desde 2011 para fortalecer a mobilização da sociedade sobre o tema.

O inventário se refere ao ano de 2021 e registra que, nesse período, a Veracel removeu da atmosfera um total de 1.606.505,52 de toneladas de CO2e (dióxido de carbono equivalente) – unidade que representa o Carbono, um dos grandes responsáveis pelo aquecimento global. O resultado é a diferença entre o grande volume de Carbono que a empresa remove — com suas plantações de eucalipto e restauração florestal — e o percentual que emite para realizar seu processo produtivo.

O conjunto das atividades da companhia removeu 1.800.518,13 toneladas de CO2e. Em seu processo produtivo, a empresa foi responsável pela emissão de 194.012,61 toneladas de CO2e – apenas 11% do que removeu. Em resumo: a companhia emite um percentual muito pequeno de gases de efeito estufa, mas retira da atmosfera um grande volume de GEE.

“Os dados do inventário, que são feitos com base nos critérios internacionais do GHG Protocol, reforçam não apenas os resultados da nossa empresa, mas também a importância de todo o setor florestal para a diminuição dos impactos das mudanças climáticas”, destaca Virginia Camargos, Coordenadora de Estratégia Ambiental e Gestão Integrada na Veracel.

Já foi possível constatar cientificamente o aumento da temperatura média da Terra nos últimos anos, com graves consequências, como a ocorrência frequente de fenômenos extremos como tempestades e estiagem intensas. Considera-se como a principal causa do aquecimento global o aumento da emissão de gases de efeito estufa, como o dióxido de carbono (CO2), tanto por queima de combustíveis fósseis para geração de energia, como por desmatamento.

Em todo o mundo, a ciência vem ampliando o conhecimento sobre a importância das florestas para a mitigação dos efeitos das mudanças climáticas. As florestas plantadas, assim como as florestas nativas, são ecossistemas importantes para diminuir esse problema, pois sequestram carbono para seu desenvolvimento.

As florestas plantadas estão sempre removendo Carbono durante o seu crescimento. Quando são cortadas, novas árvores são plantadas em um ciclo de plantio planejado, onde sempre haverá crescimento, corte e replantio removendo o dióxido de carbono da atmosfera. Durante os primeiros anos de crescimento das florestas elas estocam mais carbono.

“Esse inventário é extremamente relevante, pois orientará a Veracel no gerenciamento de suas emissões, identificando oportunidades de redução de emissões de Carbono”, afirma Virginia.

O que é o Inventário de Emissões de Gases do Efeito Estufa

O inventário é um documento que apresenta o perfil das emissões diretas (realizadas devido às atividades da empresa) e indiretas (provenientes do uso de energia elétrica pela empresa) de gases do efeito estufa provenientes das atividades de determinada organização, em um determinado recorte temporal. Seu objetivo é reportar as emissões e remoções desses gases resultantes das ações da empresa.

Ferramenta fundamental para o enfrentamento do aquecimento global, o inventário de emissões de GEE é pré-requisito para o estabelecimento de propostas de mitigação e controle ambiental. Com este inventário, a Veracel se mostra alinhada ao que há de mais moderno em políticas de sustentabilidade. Uma pesquisa global da Ambiensys, grupo especializado em soluções ambientais, registrou um crescimento de 40% ao ano na demanda por projetos sustentáveis para empresas que buscam desenvolver ações ligadas a ESG (Ambiental, Social e Governança, na sigla em inglês).

A metodologia utilizada para o Inventário de Emissão de Gases de Efeito Estufa da Veracel Celulose foi desenvolvida pelo The Greenhouse Gas Protocol A Corporate Accounting and Reporting Standard (GHG Protocol). Esse método contempla padrões, orientações, ferramentas e treinamentos para que empresas e governos mensurem e gerenciem as emissões de GEE. O GHG Protocol abrange padrões de contabilização de emissões e remoções de GEE e é fruto de uma parceria do World Resource Institute (WRI) e do World Business Council for Sustainable Development (WBCSD).

O Inventário de Emissão e Remoção de Gases do Efeito Estufa (GEE) da Veracel fará parte do Relatório de Sustentabilidade da empresa, a ser publicado no primeiro semestre desse ano.

About the author

Redação

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário